Prêmio Caboré

Hoje pela manhã, ao zapear as notícias, me deparei com a de que o Prêmio Caboré, que é a principal premiação da comunicação no Brasil, foi ganho por Samantha Silva de Almeida, diretora de Criação e Conteúdo dos Estúdios Globo, que venceu na categoria melhor "Profissional de Inovação"

Ao agradecer pela premiação, e visivelmente emocionada, Samantha, além de ressaltar que era da grande e numerosa família Silva, embora tivesse sido ela anunciada apenas como ”Samantha Almeida”, relatou um pouco da difícil trajetória de quem nasceu na favela da Rocinha e, anos depois, sagrava-se vencedora de premiação tão relevante.
A certa altura, em palavras que eu não saberia replicar com precisão, disse que numa das incontáveis noites em que, ainda criança, teve de desocupar sua casa pelo risco de desmoronamento causado pelas chuvas, a mãe teve tempo de pegar apenas duas coisas: a mochila e o uniforme da escola.
E, na manhã seguinte, estava ela no ponto de ônibus, uniformizada e com a mochila nas costas, para seguir o único objetivo que a mãe lhe dissera de que não poderia se desviar: a escola!
Tanto quanto as vacinas, escola e educação salvam vidas.