Troque seu cachorro por uma criança pobre

Segundo a meteorologia, nos próximos dias, em praticamente todo o Brasil, teremos uma certa antecipação do inverno, com temperaturas próximas de zero em muitas cidades. Ao que parece, o inverno que se avizinha será dos mais rigorosos, como há décadas não acontecia.

Muitas vezes associado a uma época glamourosa ou elegante, o fato é que a estação mais fria do ano, em geral, acaba por escancarar a face mais cruel da desigualdade social, quando milhões de pessoas, além de famintas, também ficam expostas ao desespero e sofrimento causado pelo frio intenso.

Segundo um levantamento da Tendência Consultorias e MB Associados, a pobreza e a miséria no Brasil atingiram níveis de 20 anos atrás: mais da metade de toda a população pertence hoje às classes D e E, com renda média mensal familiar de até R$ 2,9 mil.

Dentre essa população de mais de 100 milhões de pessoas, cerca de 27 milhões estão abaixo da linha da pobreza. Ou seja, a grande maioria delas terá um inverno desastroso ao invés de glamouroso...

Tudo isso me fez lembrar da música de Eduardo Duzek, dos longínquos anos 80:

_Seja mais humano, seja menos canino
Dê guarida pro cachorro mas também dê pro menino
Senão um dia desses você vai amanhecer latindo_

Bom resto de semana todos, proteja a si mesmo, os seus e quem mais você puder!

Eduardo Pires