Cobertura de psicologia e fisioterapia por planos de saúde passa a ser ilimitada

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) tornou ilimitada a cobertura de planos de saúde em quatro categorias profissionais: fonoaudiologia, psicologia, fisioterapia e terapia ocupacional. A mudança passa a valer em 1º de agosto de 2022.

A decisão foi anunciada durante uma reunião extraordinária nesta segunda-feira (11/7), em meio à pressão do grupo de trabalho (GT) da Câmara de Deputados para discutir a extensão do rol de procedimentos da agência. O GT, que é uma resposta à intensa cobrança de associações de pacientes, tem reunião prevista para esta terça-feira (12/7).

Durante as discussões do tema, os diretores da agência destacaram que a decisão tem como objetivo promover a igualdade de direitos aos usuários da saúde suplementar, além de padronizar o formato de procedimentos atualmente assegurados, relativos a essas categorias profissionais.

“Essa mudança mostra que a agência está atenta aos anseios da sociedade. Realizamos uma análise criteriosa para garantir que sejam tomadas as melhores medidas, pensando no paciente e no que é melhor para ele. Queremos trazer segurança e responsabilidade, hoje e no amanhã”, disse o presidente da ANS, Paulo Rebello, em seu voto.

A alteração anunciada pela ANS que dá fim ao limite de consultas e sessões com psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas vale para pacientes com qualquer condição de saúde listada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de acordo com a indicação do médico assistente.

Em 1º de julho, a ANS já havia tornado obrigatória a cobertura para qualquer terapia indicada por profissionais de saúde para o tratamento de Transtornos Globais do Desenvolvimento, como o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Fonte: JOTA