resquícios do autoritarismo no Estado Democrático de Direito
Por: Eduardo Pires
Em uma de suas passagens mais marcantes, o célebre escritor e vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, William Faulkner, afirmou que “o passado nunca está morto, nem está passado”. Essa frase parece pertinente para ser comparada à postura de autoritarismo, que permeia há séculos a relação entre Estado e cidadãos em nosso país. 

Write comment (0 Comments)

Por Eduardo Pires
Em uma de suas passagens mais marcantes, o célebre escritor e vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, William Faulkner, afirmou que “o passado nunca está morto, nem está passado”. Essa ideia parece pertinente ao compararmos a postura autoritária que, há séculos, permeia a relação entre Estado e cidadãos em nosso país. 

Write comment (0 Comments)
© 2020 Eduardo Pires & Advogados Associados. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dableo Comunicação.