Plataforma Emergencial de Videoconferência

Por Fernanda Guimarães
Em novo ato, o TRT da 2ª Região, tornou pública a Plataforma Emergencial de Videoconferência, viabilizada pelo Conselho Nacional de Justiça, que permitirá, a partir do dia 04 de maio, a realização de audiências e sessões de julgamento em salas virtuais durante o período de isolamento social em razão da pandemia de coronavírus.

O acesso das partes envolvidas e procuradores, e Ministério Público, quando necessário, será liberado após recebimento de e-mail com o link de convite da unidade responsável. As pessoas estranhas ao feito também poderão conectar a sala virtual como espectador, exceto quando estiver restrita por segredo de justiça, tal qual ocorre na presencial. O pedido, porém, deverá ser encaminhado previamente, também por endereço eletrônico. Acesse aqui

Comments powered by CComment

© 2018 Eduardo Pires & Advogados Associados. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Dableo Comunicação.